Viva São João
Viva o milho verde
Viva São João
Viva o brilho verde
Viva São João
Das matas de Oxóssi
Viva São João


Gil e Caetano
Próximos eventos

  Viva São João

São João Carioca

Roda Besteirológica especial de São João

PB: oficina de sanfona chama a atenção dos forrozeiros

Festa julina em Volta Redonda atrai milhares de pessoas

Conselho Universitário da Universidade Estadual da Paraíba institui “Medalha Luiz Gonzaga”

Sony reedita Luiz Gonzaga em CD e digital

Programa Gente Nossa inova e faz sucesso na cobertura do São João 2012 em Campina Grande

Secretaria de Estado de Cultura abre dois editais de Cultura Popular

‘Menor São João do Mundo’, na PB, arrecada água para vítimas da seca

Cerca de 20 mil se despedem dos festejos juninos em Estância, SE

Chega ao fim em Campina Grande o 'Maior São João do Mundo'

Primeiro Festival Mundial de Forró na Feira de São Cristóvão

O Maior São João do Cerrado traz o melhor da cultura popular brasileira

São João Carioca

Tem choro no forró

FIG terá noite dedicada ao centenário de Luiz Gonzaga

DVD

São João Carioca

Em Caruaru, Margareth Menezes homenageia Luiz Gonzaga e Azulão

Gaby Amarantos, Latino e DJ João Brasil comandam festa em Parintins

Estado baiano recebeu mais de 90 mil turistas em quatro dias de festa

Centro de Educação Infantil faz festa junina usando recicláveis

Secretaria da Cultura promove Festa Junina Solidária em Bauru, SP

ABC de Gonzagão

Que venha o São João

Fogueirinha vence e representa a capital no torneio de quadrilhas da PB

Bombeiros dão dicas para evitar acidentes com fogueira e fogos

Dance forró com ele

Conversa Brasileira especial de São João

Baião

Luiz Gonzaga é homenageado com eventos em Diadema

Caruaru: Targino Gondim abre noite de homenagem a Gonzagão

CORREIO distribui CDs do forrozeiro Targino Gondim nesta terça-feira (19)

Dia 13 de junho, dia de Santo Antônio

Roda viva

São João Carioca: segundo dia

Atingidas por secas, festas de São João do Nordeste homenageiam Luiz Gonzaga

1º Arraia da Cidade Verde

Em traje caipira, Ivete canta com Preta Gil no São João Carioca

Ivete Sangalo e Preta Gil cantam juntas no Rio de Janeiro

Arraial da Maria Aragão atrai turistas de todo o Brasil

Salvador é opção para quem quer curtir festas do Nordeste sem precisar ir ao interior

Ivete Sangalo e Preta Gil animam o São João Carioca

O sucesso do São João Carioca: primeiro dia

Ivete Sangalo e Preta Gil agitam convidados durante o São João Carioca

Rio: Zeca Pagodinho recebe Jorge Ben Jor e Elba Ramalho em festa

São João na Quinta

Nem chuva afasta público do São João Carioca, na Quinta de Boa Vista

São João pra lá de arretado

Arraial superestrelado

Já é tempo de festa junina para os cariocas

Zeca Pagodinho e Ivete Sangalo se apresentam de graça no Rio de Janeiro

Zeca Pagodinho e Ivete Sangalo comandam o São João Carioca

Festa Junina no Minhocão

Estrelas celebam São João

Ivete de graça deve atrair 100 mil

São João Carioca 2012

Baladas juninas pop têm "quadrilha clubber" e barraca do beijo

Restaurantes incorporam quitutes juninos

Em Parintins

Quentão

Atingidas pela seca, festas de São João do Nordeste homenageiam Luiz Gonzaga

Agenda de festas juninas no Rio

Em São Cristovão, Ivete Sangalo e Zeca Pagodinho agitam São João Carioca

Caruaru promete realizar um São João pra não se esquecer

Contação de Histórias para as crianças no São João Carioca - Vera Ribeiro contará lendas dos Índios Fulni-ô

Pinhão não é só comida típica de festa junina

Festa Junina de São Pedro da Serra

Concurso "Levanta Poeira 2012" é aberto em Salgado, SE

Roupas xadrez invadem as vitrines das lojas do centro

São João do Rio

Santo Antônio de Jesus se prepara para realizar o melhor São João do País

Festas juninas invadem Brasília com ritmos que vão do caipira ao rock

ROCK JUNINO

Tá bom demais

Festa junina no Rio

Notícias 2011
Notícias 2010
 

Conheça o vocabulário de Parintins, terra de Caprichoso e Garantido

Vocabulário particular da terra de Caprichoso e Garantido.

Amo do Boi
É o nome dado ao cantor e compositor que faz versos desafiando o bumbá contrário. O Amo do Boi é o dono da fazenda e o pai da Sinhazinha.

Asa Dura
Viajar de asa dura quer dizer se deslocar de avião.

Baixa do São José
Lugar onde foi fundado o Boi Garantido.

Batucada
Músicos do Garantido fazem parte da batucada, responsável pela percussão.
Boi-Bumbá Caprichoso defende as cores azul e branco

Banzeiro
É o balanço do rio. São as ondas do rio.

Batucada
É o nome da bateria do Boi Garantido. É o item que funciona, muitas vezes, como base para o espetáculo dando ritmo, harmonia e cadência às toadas. Os músicos são comandados por dois ou três maestros enquanto acompanham a apresentação do boi no bumbódromo, arena onde ocorre o festival.

Brincante
Na região, folião do Boi-Bumbá é conhecido como brincante.

Boi-Bumbá evolução
Motivado pelo apresentador do boi e pelo levantador de toadas, o item Boi Bumbá evolução é um dos momentos mais esperados na apresentação. O boi entra na arena saudando a galera. É o símbolo da manifestação popular, motivo e razão de existir o Festival Folclórico de Parintins. Nesse item, são julgados a leveza, coreografia e movimentos da tripa do boi, nome que é dado para o artista que dá vida ao boi de pano para que se pareça com um boi real no bumbódromo, que é o templo do festival com capacidade para 35 mil expectadores.

Boi de pano
São os bumbás Garantido e Caprichoso, os principais destaques da festa.

Boiuna
Significa cobra preta. A grande sucuri ou sucurijú.

Bumbódromo
Local da apresentação dos bumbás de Parintins. Tem capacidade para 35 mil pessoas.

Carapanã
É a moriçoca, mosquito.

Caprichoso
O Boi da cidade de Parintins caracterizado pelas cores azul e branca. É identificado pela estrela azul na testa. A manifestação folclórica do Boi Caprichoso é uma herança de imigrantes nordestinos com a miscigenação dos povos da floresta. Iniciou em 1913 e, de 1966 para cá, venceu dezenove festivais.

Contrário
É o boi adversário. As torcidas evitam pronunciar o nome do boi que não seja o seu favorito.

Cunhã
Na linguagem indígena, quer dizer menina mulher.

Cunhã-poranga
É o termo usando para mulher bonita da tribo.

Curumim
Criança, garoto.

Curupira
Protetor da floresta, a crença diz que ele é representado por um duende de cabelos ruivos e pés invertidos.

Curral
Endereço dos ensaios dos bumbás.

Encarnado
É o vermelho, cor do Garantido.

FAB
A Força Azul e Branca (FAB) é como se tornou conhecida a torcida oficial do Boi Caprichoso. Fundada em 21 de janeiro de 1997, a torcida organizada possui sedes em quatro cidades amazonenses: Itacoatiara, Parintins, Manaus e Maués. A FAB também está presente em Terra Santa (PA) e no Rio de Janeiro (RJ).

Galera
Na Ilha de Parintins, as torcidas são conhecidas como "Galera". Elas são itens das apresentações dos bumbás e contam pontos.

Garantido
O Boi Garantido é identificado pela cor branca e pelo coração vermelho. Foi fundado em 1913 por Lindolfo Monteverde na região da Baixa do São José, uma vila de pescadores. De acordo com a história do boi vermelho, o caboclo e descendente de negro prometeu para São João que, se recuperasse a saúde, criaria a figura do animal que sairia todos os anos à rua.
A origem do nome Garantido tem várias versões. Uma delas é a de que o criador do boi vermelho teria sido desafiado pelo boi Caprichoso durante uma briga. Para Lindolfo, o boi saia inteiro e o boi azul saía com chifre quebrado. Em um dos desentendimentos, ele teria dito que o boi dele era "garantido".

Gingado
A cadência dos passos do dois pra lá e dois pra cá.
Bumbá Garantido no Bumbódromo de Parintins (Foto: Agecom/Divulgação)Bumbá Garantido no Bumbódromo de Parintins. O vermelho e o branco simbolizam o boi (Foto: Agecom/Divulgação)

Ilha da Fantasia
Ilha da Fantasia é um dos apelidos dados à cidade amazonense de Parintins, a 369 km a leste de Manaus. O município é conhecido por sediar a disputa entre os bois Garantido e Caprichoso desde o início do século 20 no Festival Folclórico de Parintins. A competição folclórica deixa a cidade dividida em duas cidades mesmo não estando na época de festival. De um lado, a maioria dos moradores torcem para o Garantido e a parte da cidade torna-se avermelhada. Do outro, a maioria é fã do Caprichoso e colorem as casas de azul. A divisão entre o azul e vermelho torna Parintins ainda mais folclórica.

Levantador de toadas

O levantador de toadas é o responsável por cantar as toadas do boi interpretando-as da melhor forma para garantir altas pontuações e agitar a torcida na arquibancada. É um dos principais itens julgados durante o Festival de Parintins.

Marujada de guerra
É o nome da bateria do Boi Caprichoso e deriva do nome Marujo, brinquedo folclórico da Região Norte brasileira. É o item que funciona, muitas vezes, como base para o espetáculo dando ritmo, harmonia e cadência às toadas azul e branco. Os músicos são comandados por dois ou três maestros enquanto acompanham a apresentação do boi no bumbódromo, arena onde ocorre o festival.

Organização e conjunto folclórico
A organização e conjunto folclórico é um dos itens julgados durante o Festival de Boi-bumbá em Parintins. Representa o conjunto dos itens individuais dispostos organizadamente, com velocidade de apresentação adequada, liberdade de movimentos, tempo compatível e de forma harmônica no Bumbódromo.

Pajé
O Pajé é a autoridade máxima nas tribos indígenas. No Festival de Parintins, o Pajé é a figura central no ritual do boi e através da pajelança, conjunto de danças e invocações de espíritos, encontra a receita para a cura e ressurreição do então boi morto. O artista que é responsável por interpretar o médico dos índios deve apresentar boa expressão corporal e facial, harmonia nos movimentos, coreografia e domínio de espaço cênico.

Palminha
Dois pedaços de madeira utilizados como instrumento que marca o ritmo das toadas.

Pávulo
Alguém esnobe, metido, fanfarrão.
Porta-estandarte é um dos itens dos bois de Parintins

Porta-estandarte
É a moça que conduz o estandarte do boi. Ela simboliza a tradição e a sabedoria indígena

QG - Quartel General
Quartel General (QG) é o nome dado a cada um dos locais onde se reúnem as equipes do Garantido e Caprichoso. Cada boi tem um e é onde são confeccionadas fantasias e alegorias.

Rainha do Folclore
A Rainha do Folclore é um dos itens julgados durante a apresentação de cada boi. A representante da rainha é também representante da manifestação popular. Quem interpreta a rainha deve se apresentar com desenvoltura e indumentária.

Sinhazinha da Fazenda
A Sinhazinha da Fazenda é a filha do Amo, dono da fazenda. Um dos itens destaque da apresentação dos bois. Quem interpreta a Sinhazinha deve apresentar-se com desenvoltura, simplicidade e alegria. É também responsável por saudar o boi e o público com simpatia e carisma.

Toada
A Toada é a música do boi-bumbá. Para cada festival, há um novo CD com cerca de 15 toadas para cada boi. São composições produzidas especialmente para a apresentação anual.

Tuxauas
Chefes das tribos, que encarnam a representação alegórica do imaginário indígena e caboclo da Amazônia.

Tripa do boi
É o homem responsável pelo movimento do boi durante a apresentação.

Tucandeira
Formiga amazônica carnívora, agressiva, dotada de grandes ferrões. Uma picada provoca forte dor durante horas. Existem tribos indígenas que testam a coragem dos jovens submetendo-os à picada da tucandeira.

Unankiê

No inícío dos anos 90, temas indígenas foram sendo introduzidos na apresentação dos bois. O ritual Unankiê foi uma das toadas que recebeu destaque histórico para o boi Caprichoso. Entre as outras toadas do boi que fizeram sucesso estão "Fibras de Arumã" e "Kananciuê".

Vaqueirada

No folclore, é o grupo de guardiões dos bois. Eles também fazem parte dos itens que são julgados durante as apresentações.

Voadeira
Embarcação veloz com motor de popa.

Xamã
Xamã é outro nome dado ao pajé.

Zeca Xibelão
É o curral do Boi Caprichoso.
in G1, 27.06.2012

 

Busca
Deixe seu e-mail para receber notícias